Arquivo da tag: Livro

HELL Paris – 75016

Já faz um tempinho que li esse livro, mas estava criando coragem para fazer uma resenha para o Blog.
Não sei ao certo da onde tinha ouvido falar sobre o polemico livro Hell, da polemica autora Lolita Pille, mas resolvi dar uma chance para a trama. Logo na contracapa me deparo com a seguinte frase “Eu sou uma putinha. Daquelas mais insuportáveis; da pior espécie. Meu credo: seja bela e consumista”, e foi aí que começou a bater o arrependimento.

8598078018

No livro, Hell, a protagonista, narra suas aventuras fúteis em meio a burguesia aristocrata do bairro 16ème em Paris. Ela é uma entre tantas jovens a ter a ausência dos pais compensada pelo dinheiro. Usa sandália Prada e bolsa Gucci em almoços milionários com as amigas. As madrugadas culminam com sexo casual e ecstasy. A trama inteira se passa na geografia da alta costura parisiense que abriga um submundo de pessoas fúteis e infelizes. Nada além de sexo, luxo, drogas, drogas e mais drogas…

A leitura é massante, sem história, o livro não envolve o leitor e acaba se tornando muito cansativo. Mesmo tendo apenas 208 páginas preenchida por letras grandes, demorei quase um mês para acabar a leitura (e mesmo assim pensei em desistir várias vezes…).

Eu definitivamente não recomendo a leitura, maaaas se você gostou também deve gostar de Cidade da Penumbra e Buble Gum, todos escritos por Lolita Pille (A propósito, acabei investido na promoção Hell + Buble Gum, e estou totalmente sem coragem de ler, pois fiquei com uma péssima impressão da autora).


Livro: HELL – Paris 75016
Autor: Lolita Pille
Gênero: Ficção
Ano de lançamento: 2010
Editora: Intrínseca
Preço: Hell + Buble Gum $29 (no submarino)

Etiquetado , , , , , ,

+ 50 Tons

Se vocês estão lembrados a última vez que falei sobre o assunto eu não estava lá tãããão empolgada… Mas isso foi antes do 50 tons mais escuros. Este sim conseguiu prender a minha atenção a ponto de me fazer comprar o último livro da trilogia em pré-venda (e contar os dias para sua chegada). E não me julguem como uma “taradona” (rs)… O que prende mesmo é essa história de amor tão intensa (em todos os sentidos).
Mas vamos esclarecer uma coisa, principalmente para os cuecas de plantão, não são as cenas e performances na cama (no carro, no piano, no escritório, no elevador, no quarto vermelho da dor, no avião, no barco, e por aí vai…) que nos conquistam. Para ser bem sincera essa parte é a mais intediante do livro, é engraçadinho no começo, mas beleza já deu para entender que eles são insaciáveis…
Os 50 tons mais escuros traz uma história mais dinâmica… menos sadomasoquismo e mais trama, descobertas, perseguição, ex-submissas malucas, assedio, tentativa de assassinato, e um pedido de casamento. (ai o coraçãozinho não aguenta… rs. Tenho que confessar que fico muito carente lendo este livro, meu namorado que o diga…).

Sinopse – Cinquenta tons mais escuros
Assustada com os segredos obscuros do belo e atormentado Christian Grey, Ana Steele põe um ponto final em seu relacionamento com o jovem empresário e concentra-se em sua carreira, trabalhando numa editora de livros.
Mas o desejo por Grey domina cada pensamento de Ana e, quando ele propõe um novo acordo, ela não consegue resistir. Em pouco tempo, Ana descobre mais sobre o angustiante passado de seu amargurado e dominador parceiro do que jamais imaginou ser possível.
Enquanto Christian tenta se livrar de seus demônios interiores, Ana se vê diante da decisão mais  importante da sua vida.
[Baixe o primeira capítulo AQUI]

Já estou viciada no último livro da trilogia… mas esta história vai ficar para o próximo post…
Mas vou aproveitar para falar de uma coisa muito legal que eu acabo de descobrir no site oficial da Editora Intrínseca… a TRILHA SONORA dos livros. AQUI. Não ouvi ainda, mas tem tudo para ser muito legal. Durante a trama a autora faz questão de usar uma trilha sonora para atenuar  a cena. As músicas fazem parte da história, e posso dizer que da mesma maneira que “criamos”a fisonomia das personagens, quase posso ouvir cada musica quando estou lendo o livro.

 

 

 

 

Etiquetado , , , , , , , , , , ,

Só se fala disso: 50 tons de cinza! Você já leu? EU LI!!

Tenho um política um pouco estranha, eu sei! para comprar livros… Eu não leio sinopse, e portanto o livro tem apenas a capa e título para me conquistar!

Na Saraiva me deparo com a seguinte dúvida: “O segredo de Channel nº5” (que me conquistou pela capa e título) ou “50 tons de cinza” (que me conquistou pelo título) . Coco Channel levou a melhor!
Até o momento, nunca tinha ouvido falar dos tão famosos tons de cinza, mas em menos de uma semana todos só falava dele!!! Tenho que admitir que nunca fui de cair nas modinhas literárias. Li apenas dois dos sete livros do Harry Potter e nenhum da saga crepúsculo. Mas cai nas graças de Christian Grey!

O fenômeno do momento, é a estréia literária da inglesa E L James. Depois de vender mais de 300 mil exemplares no Brasil em menos de 2 meses, e mais de 40 milhões de cópias pelo mundo, foi eleita uma das 100 pessoas mais influentes do mundo pela revista Time. Como era de se esperar, a trama estará em breve nos cinemas. Seu direito foi vendido para a Universal por nada mais nada menos do que cinco milhões de dólares. Nada mal não é mesmo?!
Para quem não sabe, o livro faz parte de uma trilogia que narra o relacionamento entre um jovem pura e inocente e um empresário bem sucedido (lindo, charmoso, rico, poderoso, enigmático, maluco, TARADO e SADOMASOQUISTA).  Fim!! Conteúdo adulto em uma linguagem adolescente, este é o segredo!
Pode não parecer tão óbvio para quem lê, mas a historia foi sim baseada no romance de Bella e Edward. Cansada de seu trabalho e deslumbrada pela trama adolescente da Saga Crespúculo, a autora resolve “apimentar” a relação. Dois amores incondicionais, uma mocinha destrambelhada e com pouco experiência amorosa, um herói lindo e mais velho… Qualquer semelhança não é mera coincidência. Mesmo parecendo mais um conto erótico de 500 páginas do que um livro de romance, o que realmente prende a atenção dos leitores é o amor incondicional das personagens (e também acredito um pouco no quesito quebra de tabu… não é um assunto que costumamos sair falando por ai…)

Definitivamente, este não seria um livro que eu leria se soubesse de antemão o conteúdo, mas também não estou arrependida. Sinceramente achei meio indiferente na minha vida, o que não quer dizer que não vou terminar de ler a coleção, ou não estarei no cinema para ver o filme. Agora que comecei vou até o fim… E vamos ver o que Christian Grey nos reserva!

Etiquetado , , , , , , , ,